terça-feira, setembro 25, 2007

Dez mandamentos e uma conclusão

Faço aqui uma pequena compilação de alguns dos principais conselhos dados por uma série de especialistas que se dizem interessados na melhoria da nossa qualidade de vida. Pensei muito sobre eles nos últimos dias e cheguei a uma conclusão que vou divulgar no fim deste post. Espero que vocês tenham paciência para chegar até lá. São conselhos curtos e práticos, talvez valha mesmo a pena dar uma olhadinha:

1) Aprenda a se valorizar e comece a fazer apenas o que você realmente sente vontade de fazer;

2) Atenda apenas aos chamados que você julgar realmente interessantes e jamais saia do seu canto apenas para deixar alguém feliz;

3) Tenha plena consciência do seu território e dos seus domínios. Não aceite que invadam seu espaço e nem ceda para outra pessoa o lugar que você conquistou por merecimento;

4) Cultive e explore a sua vaidade sem culpa. Você tem de ser o primeiro a se achar belo e irresistível - se conseguir, os outros concordarão com você;

5) Encare o sexo sem culpa e o pratique todas as vezes em que sentir vontade. Não se intimide se o ruído de suas relações sexuais acordar os vizinhos. Afinal, gritar de prazer é muito melhor do que gritar de dor;

6) Jamais descuide de sua forma física. Faça alongamentos várias vezes por dia. Nunca se levante sem dar uma boa espreguiçada, boceje à vontade e cultive seu direito à preguiça;

7) Faça pequenas refeições várias vezes por dia. O seu metabolismo vai ficar mais rápido e as chances de engordar serão mínimas;

8) Procure cochilar sempre depois das refeições. Isso aumentará sua disposição e será essencial para a sua longevidade;

9) Redobre sua atenção durante a noite, que é quando os perigos são maiores;

10) Aprenda a se valorizar acima de tudo e de todos. Aceite, sem remorsos, o fato de que você é o ser mais importante do mundo.

Agora, minha conclusão: se você conseguir seguir à risca todos estes mandamentos, parabéns - você deixou de ser uma pessoa e se transformou num gato. Todos estes mandamentos, que podem ser encontrados de verdade em livros de auto-ajuda e revistas semanais, nada mais são do que o dia-a-dia do Pirulito e da Ritinha, meus dois gatinhos que, embora adorem dormir sobre jornais, revistas e o teclado do meu computador, continuam deliciosamente sábios e analfabetos. Exluindo o fato de que eles soltam muito mais pêlos que eu, no resto eles dão de dez a zero em mim. Miau pra todo mundo.

6 comentários:

Ricardo M. disse...

Fiquei com uma duvida, no nono mandamento. Eu sou a pessoa mais importante do mundo, e isso é sábido. Sendo assim, onde ficaria o resto? Em segundão?

Maurício Alcântara disse...

Hahaha, sensacional. Depois as mesmas pessoas da auto-ajuda fazem textos (tão primários como esse) pregando que as pessoas estão ficando cada vez mais individualistas... Por que será?

carla granja disse...

adorei está fantástico. se quiseres vir tomar um cálice do amor vêm conhecer o meu blog e tira as tuas conclusoes e me diz onde me encaixo nos teus mandamentos :=) bjo
carla granja

Blog do Massa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blog do Massa disse...

Ricardo, se você já se acha o ser mais importante do mundo, parabéns: você já é um gato! Mas nada de viar miar na minha janela, hein!
Maurício e Carla, brigadão pela visita. Carla, vou correndo ver o seu blog.

Anônimo disse...

Carla Granja, pelo nome, nao vai ser gata, nao. Mas galinha...