terça-feira, maio 18, 2010

Ilusão infantil

É quase uma fábula. Mas com final nem tão feliz.

Um amigo me contou ontem que quando ele era garoto, por volta de dez anos, costumava perguntar aos amiguinhos assim: “Hei, você gosta da Hebe Camargo?” Os amiguinhos respondiam que não. Então ele fazia outra pergunta: “E de missa, você gosta?” Os amiguinhos respondiam que também não.

Então ele voltava para casa muito feliz, repetindo a si próprio que se ninguém gostava nem da Hebe e nem de missa, quando eles crescessem não haveria mais nem Hebe e nem missa.

“Cresci, fiz 40 anos e a Hebe Camargo nunca esteve tão em evidência e nunca vi tantas missas e tantos cultos na televisão como agora. Você pode me explicar o que foi que aconteceu”, ele me pediu.

Se alguém souber a resposta, juro que conto pra ele.

4 comentários:

Alex Wildner disse...

Seguinte, vaso ruim não quebra. Mas não é só por isso. Vamos lá, conversando com a Lara sobre isso, chegamos a uma conclusão (ideia dela!).
A fulana, por não quebrar, vai longe, além disso, ela é um "fenômeno" loiro, fantoche loiro, ícone loiro popular, X loiro da comunicação de massa, grande instrumento loiro capital, certo?
E daí, pergunta seu amiguinho! E daí que as pessoas, todas as pessoas, exceto os amigos desse menino, compram as ideias do que vem da TV, da Hebe, do Faustão, Gugu, sei lá mais quem está aí há 20 anos... compram em todos os sentidos, e alimentam as suas vidas vazias, blá blá blá... Pronto! Culpadas, meio burras, e pesadas, elas correm (não tão rápido porque não dá!) para a Missa!
Ufa!!! Estão aliviadas e renovadas! Prontas pra outra segunda-feira!
Faz sentido?
Opção 2:
A Missa é domingo, o programa da Hebe é segunda! Deve haver alguma relação holística aí...

Só no blog disse...

Nossa, posso imprimir a resposta? Não vou lembrar de dizer tudo isso...Eu não me lembro se não gostava da Hebe aos dez anos. Mas de missa eu gostava, juro. Eu tinha a maior vontade de virar santo porque diziam que santo, quando morre, fica igualzinho. Não vira pó como todo mundo

Julia disse...

aposto que é a memsa razão da fama da xuxa.

eduardo efe disse...

a razão é simples.ENVELHECEMOS!