quarta-feira, julho 21, 2010

O Itaú me dá uma saudade do Unibanco

Se é que é possível se gostar de um banco, confesso aqui que gostava muito do Unibanco. Não só gostava, sinto uma imensa saudade . Eu achava o Unibanco um banco simpático por várias razões. Em primeiro lugar, por ele patrocinar um dos cinemas mais bacanas da cidade, o meu predileto não apenas pela programação, mas por que ali eu pagava meia...algo que, nos dias atuais, tem de ser levado muito em consideração. Em segundo lugar, porque as agências do Unibanco que eu freqüentava, na Rua Heitor Penteado e na avenida Paulista, não tinham aquela pavorosa porta eletrônica e eu nunca fui obrigado a deixar meu cinto, meu celular e minhas moedinhas naquela gavetinha para poder entrar na agência. Em terceiro lugar, porque raramente estas agências tinham fila (vai ver que é por isso que elas foram fechadas). E, finalmente, porque tudo o que eu não conseguia resolver pela internet, eu conseguia resolver pelo telefone. Os gerentes me conheciam e confiavam em mim.

Em dezembro do ano passado, uma gerente do Unibanco me ligou para dizer que minha conta estava sendo migrada para o Itaú, onde eu encontraria o mesmo nível de atendimento que desfrutava no Unibanco. Melhor dizendo, minhas duas contas, uma como pessoa física e outra como pessoa jurídica. Acho que ninguém precisa ser um expert em serviço bancário para concluir que é muito mais fácil centralizar estas duas contas em uma mesma agência, não é? Pois o Itaú não pensa assim. Eles transferiram minha conta de pessoa física para uma agência e a de pessoa jurídica para outra. Quando fiquei sabendo disso, logo pensei: vai dar merda. Não deu outra.

Somente agora, depois de seis meses sendo cliente do Itaú, consegui um cartão da conta da pessoa jurídica para poder transferir meu dinheirinho para a conta de pessoa física. Até então, passei seis meses indo até uma papelaria a três quadras da minha casa para passar um fax solicitando a transferência. Isso mesmo: fax, no século 21. Claro que na maioria das vezes, o número do fax estava ocupado, e eu tinha de voltar mais tarde. Teve uma segunda-feira em que consegui passar o fax na quarta tentativa. Comecei às dez da manhã e só consegui às três da tarde. Eu não acreditava em mim mesmo, subindo e descendo o dia inteiro com um fax nas mãos.

As agências do Itaú vivem lotadas. Tentar falar com um gerente pelo telefone é um teste de paciência que nem um budista aguenta. E, claro, eles têm porta eletrônica e a gente só entra no banco se estiver praticamente pelado.

Sei que este post é o mais chato que eu já escrevi na vida. Mas ele tem um motivo: fiquei sabendo que, pelo segundo ano consecutivo, o Itaú lidera a lista de reclamações no Procon no setor bancário. Esta é minha humilde contribuição para descer a lenha neste banco chato.

10 comentários:

Iris disse...

E caro! Fuja se puder! Taxas abusiiiiiiiivas, meu amigo.

Kiko Rieser disse...

Pra ser o campeão e vencer o Santander, deve ser mesmo uma enorme merda.

Cássia disse...

Um dia eu escrevo um livro sobre o que o Itaú me fez... Fechei minha a conta no Unibanco NO DIA do anúncio da fusão.

Só no blog disse...

ôba, quanta gente insatisfeita com o Itaú. Eu queria que este blog fosse bem famoso, pro pessoal do Itaú ler....beijos pra vocês

Anônimo disse...

Tb era do Unibanco e estava muito feliz com a agência Ipiranga, sem portas prá passar vexame.
Só não fecho agora porque estou comprando um apezinho.
Qdo inaugurar meu novo "apertamento",
encerro essa merda.Itaú NUNCA.

Dalva Maria Ferreira disse...

O que é bom dura pouco... Os banqueiros estão rindo a toa, e pouco se fregando para nós, o povo.

Denis disse...

Fui comunicado hoje que virei Itaú quando fui transferir o dinheiro para minha conta corrente. Já estou com muitas saudades do Unibanco, não pegava filas porque era Uniclass, serviço esse banalizado pelo Itaú, que nos transformou em Varejão.
Só posso dizer uma coisa Saudades do Unibanco e o Itaú sem dúvida foi feito para você chorar não sonhar !

Anônimo disse...

Um comentário?que nada,um baita de um desabafo,isso sim!Até quando este país vai permitir que os governos dêem tantas taxas de juros altos a esses bancos que só tiram de nós?.Para se conseguir um empréstimo,por exemplo: é a maior burocracia,e só te disponibilizam o tanto que eles querem.E geralmente quando se paga por ele, paga-se mais do que o dobro,como que um trabalhador honesto pode contar com esses ladrões que só nos explora,ao invés de serem ùtes ao seu país,é por isso que eles ficam mais ricos a cada dia enquanto a população só piora,pois todos os governos prestigião esses ladrões,e não me envergonho de chama-los assim.Tenho vergonha de ser brasileiro por causa desses oportunistas e aproveitadores.Até quando vamos tolerá-los???

ponto eider disse...

fico com o itau o banco do brasil fede,e santander e uma porrrra , eu tinha uma conta no unibanco e hoje virou uma conta do itau.
!!!parabens itau!!!

Iris disse...

Parabéns pelo que, pelas altas tarifas?

Só sei que tá complicado achar um banco bom hoje em dia. O Banco Real era bom, mas hoje foi comido pelo desastre que é o Santander. Bradescão era razoável, até darem dor-de-cabeça pros meus pais aposentados com cobranças indevidas e caras.

Fugir pra onde, gente?